sábado, 5 de maio de 2012

A amamentação - fácil??? Sei não...

Amamentar é um dos momentos mais lindos depois que nasce o nosso bebê... Porém, nem sempre é fácil...

Comigo não foi muito fácil no início, não... Sofri muito... Doeu muito... Tudo porque não me ensinaram direitinho a técnica desde o início.

Sim, existe uma técnica!

Na verdade, no hospital me falaram algumas coisas, mas não tudo. E o que faltou explicar foi o que fez a diferença para eu ficar com os seios todos rachados... Eu cheguei a chorar de dor nos primeiros dias.

Por sorte, existe um Banco de Leite Humano aqui na Maternidade de Campinas e lá elas, além de receberem doações, ensinam TUDO DETALHADAMENTE!! E foram elas que me salvaram!!

Vou tentar contar para vocês tudo o que aprendi com elas, mas já digo logo que nada substituirá a prática! Se tiver um grupo desse tipo na sua cidade, vá pedir ajuda antes mesmo de começarem os problemas!! Valerá muito a pena! Eu cheguei lá toda machucada e teria sido tudo mais fácil se eu tivesse apendido antes... E detalhe: eu fui lá aprender com elas quando a Luana estava com apenas 4 dias de vida!! Ou seja, 4 dias foram suficientes para me machucar...

Em primeiro lugar, me ensinaram que chupeta e mamadeira só pioram as coisas... Então, não usem nenhuma delas. Só farão com que o bebê vá largando os peitos... A mamadeira é um exemplo bem claro! Se ele pode receber o leite sem fazer esforço nenhum, por que voltar a mamar no peito, onde tem que fazer a maior força?? Mas lembrem-se que, além de o leite materno ser essencial para a saúde do bebê e imunizá-lo, o movimento que ele faz para mamar no peito ajuda a desenvolver o maxilar.

Como a Luana ainda não está ganhando peso, estamos precisando complementar com um leite chamado Aptamil 1. É um pouco melhor que o Nam, segundo a pediatra. No início, eu estava dando esse leite de colherinha. Desde o início, eu não queria dar mamadeira, pelo motivo que eu escrevi acima. Mas dar de colherinha é extremamente complicado, demorado, derruba a maior parte do leite... Enfim... Por um dia, eu me entreguei à mamadeira... Mesmo assim eu dificultava um pouco... Enfiava o bico, ela chupava um pouquinho, eu tirava o bico da boquinha, depois enfiava de novo... Queria que aquilo não fosse agradável pra ela... Como falei, foi só por um dia, acabei voltando para as colherinhas, por medo de ela largar o peito...

Até que aprendi, lá no Banco de Leite, a dar o leite num copinho!! Sim, num copinho!! É bem mais fácil e rápido que na colherinha. E, segundo o pediatra, desenvolve mais músculos que a colher. Nas primeiras vezes, é um pouco desajeitado, derrubamos bastante leite, mas a gente dá tantas vezes por dia (a cada 3 horas), que já estamos craques!! Eu decidi aprender a fazer sozinha, para me virar depois que o Guilherme voltasse a trabalhar. E acho que estou me saindo bem!!

Ontem, lá na casa dos meus pais, minha irmã filmou um pouquinho do momento da mamada no copinho e eu coloquei o vídeo aqui para vocês verem!!

video
A moça me ensinou a técnica e eu "ajustei" a mim e à Luana. No nosso caso, eu faço assim... Seguro a Luana no meu colo, sentadinha, encostando o lado direito dela no meu corpo. O meu braço esquerdo a segura, de forma que a cabecinha fique firme. A cabeça não pode ficar caída para trás, pois ela engasgará. Pode até ficar um pouquinho para a frente, mas nunca para trás. O ideal é que fique ereta mesmo, para ela não engasgar e para a gente conseguir ver o que está fazendo. Coloco uma fraldinha ou um babador, pois um pouquinho sempre escapa... Se for no início então... Posiciono a tampa da mamadeira com o leite na boquinha dela, para ela perceber o que tem ali e parar. Ah! É difícil, mas é bom segurar os bracinhos como conseguir. Quando ela pára, eu viro o copinho bem devagar e deixo o leite encostar em sua boquinha, aí vou virando bem devagarinho e voltando. Se virar direto, ela engasga. Dou tempo para ela engolir. Quando percebo que vazou um golinho pela boca, eu limpo com o próprio copinho ou com a fraldinha. E vou repetindo esse processo até acabar o leite do copo. Para encher o copinho novamente, eu o seguro com minha mão esquerda (que normalmente está livre. Lá no Banco de Leite me ensinaram a segurar a cabeça dela com a mão esquerda, mas aí eu não consigo fazer sozinha. Por isso eu a "prendo" entre o meu braço e o meu corpo, deixando a minha mão livre.) e pego a mamadeirinha com a minha mão direita. Aí fica fácil de encher o copinho novamente. Nas primeiras vezes, caía tanto que tinha sempre que trocar a roupinha depois da mamada.

Estou ficando com tanta prática, que tenho conseguido dar até em pé, com ela apoiada no meu braço esquerdo. Faço isso quando ela já parou de mamar, eu já levantei e ela voltou a chorar logo em seguida (um sinal de fome). Aí, em vez de preparar tudo novamente, apenas coloco a fraldinha e pego o que sobrou no copinho. Às vezes sobra um pouquinho. A gente sabe que ela não quer mais quando começa a voltar o leite que acabou de beber, ou quando fecha a boquinha, ou quando a boquinha até está aberta, mas eu coloco o leite próximo dos lábios dela e ela nem se mexe...

Bom, a mamadeira nós conseguimos não usar, mas a chupeta, não... No entanto, ela usa bem pouco... Só damos quando ela não se acalma de jeito nenhum, normalmente quando ela está com fome e nós estamos preparando as coisas para amamentar. Também damos de vez em quando para dormir, mas ela mesma cospe a chupeta depois de um tempo. Se ela estiver quietinha, não damos, não.

Quando eu ainda estava no hospital, uma enfermeira viu que o meu bico do peito estava começando a rachar e disse para a gente comprar um bico de silicone. O Guilherme comprou um na hora e comecei a usar. Não é muito legal, não... É um plástico que fica ali para ela sugar... A Luana também não gostou. Ela mamava um pouquinho e soltava, aí eu tirava o bico e ela mamava mais. Uma coisa é verdade, ajuda a não rachar o bico do peito, mas... Usei um pouco e logo larguei. A moça do Banco de Leite falou para não usar também.

A mesma moça que me mandou comprar o bico de silicone, falou para comprarmos concha de amamentação. É uma concha plástica que deixamos entre o peito e o sutiã, com um buraco no meio, para "formar" o bico. Ela tem uma parte onde fica o leite que pode vir a vazar. Usei também e a moça do Banco de Leite também falou para não usar. Da mesma forma o absorvente. Este não é bom deixar o dia inteiro, pois abafa o peito. Ela disse que pode colocar para sair, caso esteja vazando muito. Do contrário, para ficar em casa, usar apenas uma fraldinha de pano.

Em relação à amamentação propriamente dita... Antes de amamentar, temos que fazer uma massagem circular e profunda. Fazemos movimentos circulares lentos na mama toda. Tem partes que estão duras e doloridas que precisam ser bem massageadas, normalmente é onde está cheio de leite. A auréola também fica dura e dolorida quando está cheia de leite. Eu massageio tudo! Quando faço isso na auréola, até sai leite. Depois que sinto que o seio todo está macio, é hora de pegar a Luana.

No meu caso, fiquei com o bico todo machucado, porque ela não estava abocanhando direito... Eu simplesmente colocava a cabecinha dela na frente do meu peito e a deixava pegar. Como ela tem boca de passarinho, nunca pegava a auréola toda e era isso que estava me machucando... Vocês não têm noção da força que essa boquinha tem e o vácuo que forma... Quando ela pega errado, essa força toda fica no bico e racha tudo... É muita dor!! Eu via estrelas...

O que eu tenho feito agora é assim: independente da posição (ela pode estar deitada na minha frente - posição tradicional -  ou com o corpinho na minha lateral - posição invertida), eu seguro a cabecinha com uma mão e o meu seio com a outra. É muito importante a forma que seguramos o seio nessa hora, a mão fica em formato de C, o dedão fica na parte de cima do peito e os outros dedos ficam embaixo. Não podemos encostar o dedo que está embaixo na auréola, se não ela não pega tudo. Fico passando o peito na boquinha dela, até que abra um bocão! Nesse momento, trago a cabecinha dela e posiciono de forma que ela pegue tudo. Às vezes, faço um movimento lateral, para ela pegar tudo. Esse movimento tem que ser rápido, pois, se ela fechar a boquinha antes de pegar a auréola toda, doi muito, machuca e o leite não sai direito. Ou seja, além de ser horrível para mim, ela ainda não mama direito... As primeiras vezes que fiz isso, fui até meio bruta com ela, empurrando com força a cabecinha, mas aos pouquinhos estou pegando o jeito e o movimento está menos "traumático"... hehe Se ela não pegar direito, tiro e tento de novo. Para tirar o bico de dentro da boquinha dela sem machucar, tem que enfiar o dedinho no canto da boca dela até achar a gengivinha, aí ela começa a morder o meu dedo e o vácuo reduz, ficando fácil de tirar o peito sem dor. Quando ela pega direitinho, não doi nada!! Nem onde já estava machucado!! É uma maravilha!!

Ah!! Outra coisa... Me ensinaram a passar pomadas para curar as rachaduras. Não deu certo... O peito está sempre úmido, com as pomadas, algumas eram oleosas e não dava para tirar antes da amamentação (não precisa tirar, mas eu ficava com pena da Luana, que ficava com a boquinha toda oleosa...). Como o espaço entre as mamadas é curto, não dá tempo de a pomada agir direito... Já tinham me falado que bastava passar o leite do peito, mas eu não conseguia tirá-lo e não dava pra passar nada...

Até que aprendi a ordenhar lá com a moça do Banco de Leite. Depois que aprendi isso, comecei a passar apenas o leite, deixo secar e coloco o sutiã. Acreditem! Minha feridas melhoraram em menos de um dia!!! Agora eu só passo o leite. Quando a Luana termina de mamar e acaba com o leite de um seio, eu ordenho o outro só para passar leite no que ela acabou de mamar. Sim, em cada mamada ela pega apenas um seio. No início, eu dava um pouquinho de cada, pois ainda era colostro. Mas agora que já é leite, eu dou tudo de um numa mamada e tudo do outro em outra mamada. Isso é importante pois o primeiro leite que sai é mais água, para hidratar e em seguida vem o leite gorduroso para engordar. Se a gente troca de peito, ela mama apenas o leite sem gordura.

Saber ordenhar é muito importante e fácil! Depois de feita aquela massagem, com o peito já macio, posiciono meu polegar na parte de cima da auréola, um pouco para fora dela, e o dedo indicador na parte de baixo, também um pouco para fora. Afundo os dedos na direção da mama, mantendo-os afastados. Depois de afundá-los, começo a apertar um contra o outro. É importante que eles fiquem lá no fundo enquanto aperto o seio. O leite começa a sair rapidinho!

Como eu fiz redução de mama quando era adolescente, ainda tenho pouco leite, por isso estou complementando. A moça do Banco de Leite disse que quem faz mamoplastia pode ter pouco leite até o final, pode ter pouco leite no início e aumentar com o tempo ou pode ter problema nos ductos de saída do leite. Este último não é o meu caso, pois o leite sai. Resta-me saber se vou continuar com pouquinho leite ou não.

Enfim... Tudo o que aprendi está aqui. Só queria dividir com vocês, pois tenho amigas que estão grávidas ou pensando em engravidar pela primeira vez e espero ajudá-las, para que não sofram no início como eu sofri.

Agora o momento da amamentação está muito mais prazeroso!!! A cada 3 horas, só pulando a mamada da madrugada. O pediatra disse para não amamentar de 1h às 5h da manhã, pois o risco de engasgamento nesse período é muito grande, dado que mãe e bebê estão com muito sono... No primeiro dia, cheguei a dormir com a Luana no colo... Um perigo!!! Por sorte ela não caiu!!!

A Luana puxou a mãe e o pai!! É super dorminhoca!! Agora que acertamos e ela não está mais com fome, dorme o dia e a noite toda!! É difícil conseguir acordá-la para mamar. Temos o maior trabalho... Tiramos a roupinha dela, fazemos cosquinha, trocamos a fralda, ligamos música... Tudo para ela despertar!!

Semana que vem voltaremos ao pediatra para pesar a Luana. Tomara que ela tenha engordado!!!!

4 comentários:

  1. Coisa linda da tia Lívia... Uma mocinha mamando no copo!!
    Mana, adorei todas as dicas, li tudinho com muita atenção!
    Ano que vem já sei os truques pra alimentar meu baby!!!

    bjoooo

    ResponderExcluir
  2. Lia, adorei as dicas!! Quem sabe ano que vem estarei amamentando!! Obrigada, viu??? Beijos

    ResponderExcluir
  3. Eu também passei por esses momentos difíceis no início por pura falta de informação e orientação!
    Fiz tudo por instinto, nunca dei mamadeira e nem outro leite como complemento.
    São 4 meses de aleitamento materno exclusivo!
    :)

    ResponderExcluir
  4. Oi, Camila!! Que legal!! Eu, infelizmente, tive pouquinho leite e tive que partir para o complemento. Mas estou feliz, achei que não teria nenhuma gota e consegui amamentar 3 meses!
    E, realmente, falta muita informação para a gente nessa hora!! Que bom que você conseguiu dar um jeito!!
    Beijinhos!!!

    ResponderExcluir

Oi! Não esqueça de assinar o seu nome, para eu saber quem fez os comentários!! Beijinhos, Lia.